5 dicas sem desperdício, será suficiente? Não, mas são o suficiente para começares a tua caminhada ecológica!

Sabias que ⅓ dos alimentos são desperdiçados pelos consumidores?

Podem surgir algumas dúvidas sobre a forma como podes aproveitar as sobras das refeições, seja um pedaço de carne, peixe, arroz, massa, batata, etc. A questão é: por onde começar? Como criamos este hábito de reaproveitamento? Como conseguimos ser criativos na cozinha? 

Para que te consigamos ajudar a lutar de forma eficaz contra o desperdício alimentar, compilamos o nosso TOP 5 de dicas zero desperdício.

Neste artigo, vais encontrar métodos eficazes e simplicidade, tais como a escolha de frutas e legumes “feios”, as vantagens em consumir produtos que consideras antiquados, uma boa interpretação das datas de validade, como construir um bom planeamento do menu de refeições semanais, etc. Começamos?  

#1 Salva frutas e legumes “feios” ou a passar o prazo de validade

Frutas e Legumes murchos

Num artigo anterior, onde falamos sobre reavivar frutas e legumes em fim de vida, abordamos a forma como estes alimentos, com tanto potencial, são rejeitados pelos consumidores. O mais impressionante, é que acontece pura e simplesmente pela sua aparência porque, de sabor, garantimos que são os melhores. Quem os consome, sabe do que estamos a falar.

De forma a evitar que estas frutas e legumes sejam desperdiçados, temos uma dica para ti: no supermercado ou nos mercados, não toques nas frutas e legumes. Tocar no alimento para ver o seu estado, não só faz com que amadureçam mais rápido, como também não amadurecem de uma forma saudável. Portanto, ao fazê-lo, amassas o alimento e a aparência brilhante e perfeita deixa de ser suficiente para continuar na prateleira.

Uma forma de te ajudar é questionares o funcionário da loja sobre a data de chegada das frutas e legumes. Aquelas que chegaram primeiro, à partida, estão mais maduras ou irão amadurecer mais rapidamente do que as que acabam de chegar. 

Como salvar frutas e legumes menos bonitos?

Esta é a nossa primeira dica sem desperdício, mas como salvar este tipo de alimentos?

Os distribuidores de grandes superfícies comerciais, são muito cautelosos na apresentação e venda de produtos que apresentam pequenas mazelas ou pequenos riscos. No entanto, tu podes encontrar este tipo de alimentos em produtores e mercados do teu bairro/cidade.  

Outra coisa que certamente já te aconteceu, foi não escolher um alimento por ser “menos bonito”. Mas, temos uma boa notícia, não tenhas medo de os consumir! Prometemos que são tão deliciosos, ou mais, do que qualquer outro com uma aparência mais perfeita.

Portanto, podes começar por mudar esta atitude e ensiná-la a quem está à tua volta!  

#2 Salva produtos com data de validade curta

cabaz sem desperdício de comida

Como tu já sabes, a maioria dos produtos tem uma data de validade. No entanto, existem duas diferenças e são cruciais! Podes aprender a fundo sobre este tema, no nosso artigo sobre datas de validade. Para te simplificar, deixamos aqui este resumo:

  • DLC: data limite de consumo, data a partir da qual pode ser prejudicial consumir o produto. Os produtos desta categoria têm no seu rótulo “consumir até”.
  • DDM: data de durabilidade mínima, que é uma data indicativa em que podes consumir o produto dias, semanas ou  meses depois dessa data. Os produtos desta categoria têm no seu rótulo “consumir de preferência antes de”. 

Não te esqueças de passar pelo artigo que referimos acima, sobre as datas de validade, que te exemplifica alguns produtos que podem ser consumidos após a DDM.  

Além disto, por vezes, nas lojas e supermercados podes encontrar produtos com DLC curta: a estes produtos já não lhes resta muito tempo, mas ainda são perfeitamente consumíveis. Portanto, não os evites, pelo contrário!

Como salvámos produtos com um prazo de validade curto?

Primeira opção: localizar as zonas de promoções ou produtos em promoção. A maioria deles tem uma data de validade próxima do fim e são colocados numa zona ou prateleira específica para o efeito. 

Segunda opção: utiliza a Aplicação Phenix. Com ela, vais economizar nas tuas compras, com produtos que seriam desperdiçados, a um preço mais baixo. O melhor de tudo? É que estão em perfeito estado para consumo, simplesmente, segundo as regras, não podem ser vendidos no dia seguinte, como é o caso de refeições prontas, padarias, sushi e outras opções que vais encontrar por lá.  

Com a Aplicação Phenix fazes um três em um: poupas dinheiro, ajudas o planeta e salvas comida do desperdício.

Já lutas contra o desperdício?

#3 Cozinhar as sobras

cozinhar as sobras de comida

Imagina o seguinte cenário: é sexta-feira e são 21h: o frigorífico está vazio. Só que não! Porque aquela pequena sobra de arroz, aquela abóbora que não conseguiste cozinhar por inteiro e aquele pequeno tomate amassado vão permitir-te fazer um belo arroz salteado para o teu delicioso jantar!

Portanto, para lutar contra o desperdício, nada melhor do que cozinhar as sobras, pois este é um dos princípios dos verdadeiros heróis do desperdício 💪

Existem milhares de receitas e, como dizemos sempre, só tens de usar a imaginação e deixar-te levar! No final, garantimos que vais repetir connosco “sabe bem não desperdiçar”. 

Para te ajudar a impulsionar a criatividade, temos imensas receitas e dicas aqui no nosso blog e também nas nossas redes sociais. Podes ir lá pesquisar e replicar. Vais encontrar conteúdos desde tartes, bolos, gratinados, lasanhas… verás que tudo é possível!

Podes ler a nossa receita sem desperdício mais recente: como aproveitar as sobras de arroz. 

#4 Planifica as tuas refeições semanais

Planifica as refeições para evitar o desperdício

Mais uma dica sem desperdício e igualmente importante. Parte da razão pela qual os consumidores desperdiçam tanto, é pelo facto de comprar em grande quantidade sem saberem do que realmente necessitam. Primeira regra? Olha para os teus armários e faz uma lista do stock. Temos um artigo no blog sobre a organização dos teus alimentos. Podes encontrar dicas sobre a forma como deves dispor os teus produtos em casa e a lista de stock antes das tuas compras. 

A nossa dica zero desperdício: faz o planeamento das tuas refeições com antecedência. Assim, consegues fazer a tua lista com o que realmente necessitas, com quantidades exatas. Além de ser anti desperdício, é sem dúvida um hábito que te facilita a vida! 

Como planear as refeições?

Para planear as refeições, vamos aconselhar-te uma maneira “old school” mas muito eficaz.

Deves começar por fazer um balanço dos alimentos que tens nos armários, frigorífico e congelador.

Para te ajudar, escreve num quadro de marcador ou no teu telemóvel, uma lista do teu stock e, inclusive, aponta as tuas ideias. Ao organizar desta forma e com calma, verás que até refeições saudáveis vais conseguir fazer.

Por fim, para teres ainda mais dicas sobre este tema, podes ler o nosso artigo sobre Batch Cooking, com dicas extraordinárias para poupares tempo e dinheiro no teu planeamento semanal. 

#5 Solicita as sobras da tua refeição nos restaurantes

leva para casa as sobras do restaurante

Embora em Portugal não exista muito este hábito, pedir as sobras das tuas refeições para levares para casa, é uma das atitudes mais amigas do planeta que podes ter.

A restauração é um setor que promove cerca de 27% do desperdício e, sem dúvida, é um indicador que deve diminuir com urgência.

Além disto, sabias que metade dos resíduos gerados pelos consumidores ocorre nos restaurantes? Pois é. No entanto, existe algo que tu podes fazer para não seres parte deste número, tal como pedir um recipiente para levar as tuas sobras para casa.

Se o podes fazer, porque não fazê-lo? É um facto que poucos restaurantes oferecem esta opção genuinamente, mas esperamos que sejam cada vez mais a fazê-lo. Caso não aconteça, tu podes voluntariamente pedir. 

Como reduzir o desperdício nos restaurantes?

Para começar, evita ter os olhos maiores que a barriga (fãs de buffets, isto é para vocês 😛).

De seguida, se mesmo assim no final da refeição, o teu prato tiver comida, pede ao dono do restaurante para levares contigo, não custa nada! 

Por último, o importante é questionares em que momentos do teu dia podes ser mais sustentável e adaptar as tuas escolhas.

Evita o desperdício diariamente!